SEJA BEM VINDO!!

Você é muito especial e sua visita faz desse blog um espaço de alegria, de conhecimento e de troca de experiências, nos tornando uma mola propulsora que impulsiona pessoas ao crescimento no que tange ao corpo, alma e espírito.

Marcadores

ESCOLA CIDADÃ

ESCOLA CIDADÃ: Pensar uma escola cidadã significa pensar numa escola que se integra à vida da cidade e que considera tudo o que pulsa ao seu redor (rua, praça, árvores, cinema, teatro, igreja, etc.), significa colocar questões norteadoras direcionadas ao tipo de cidadania que se quer construir; a concepção de ser humano e de sociedade que se tem; o saber lidar com a sociedade e o saber trabalhar com a diversidade cultural, lingüística, racial e nas transformações necessárias para integrar na prática os conhecimentos e recursos que a educação propõe. A importância da construção coletiva está na definição do que se quer e para que, de maneira que através das interações: escola, sociedade e comunidade se busquem o consenso assumindo um pacto coletivo para a educação e o desenvolvimento. Compreendendo que, o que foi socialmente construído pode ser socialmente desconstruido e reconstruído. O CIDADÃO E A CIDADANIA "Tudo o que acontece no mundo, seja no meu país, na minha cidade ou no meu bairro, acontece comigo. Então eu preciso participar das decisões que interferem na minha vida. Um cidadão com um sentimento ético forte e consciência da cidadania não deixa passar nada, não abre mão desse poder de participação." Herbert de Souza (Betinho). “Cidadania é essencialmente consciência de direitos e deveres e exercício da democracia.” Gadotti (1997 p. 38) O QUE É CIDADÃO HOJE? Cidadãos, hoje, são todos aqueles que habitam o âmbito da soberania de um Estado e deste Estado têm assegurados, constitucionalmente, direitos fundamentais mínimos. EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA: • “A cidadania deve ser pensada como um conjunto de valores e práticas cujo exercício não somente se fundamenta no reconhecimento formal dos direitos e deveres que a constituem na vida cotidiana dos indivíduos”. (Gentili e Alencar, 2001, p. 87). • Educar para a cidadania deve ser o objetivo político de cada área de ensino, percebendo a cidadania como uma questão interdisciplinar. Gadotti, 1997:40 apresenta alguns eixos norteadores da escola cidadã: (...)a integração entre educação e cultura, escola e comunidade(...), a democratização das relações de poder dentro da escola, o enfrentamento da questão da repetência e da avaliação, a visão interdisciplinar e transdisciplinar e a formação permanente dos educadores (...) • A cidadania em termos práticos deve acontecer com a participação de cada membro, cada cidadão consciente de seus direitos, deveres e valor. • A rapidez das mudanças sociais provoca transformações individuais. Isso exige readaptação, reeducação e outros procedimentos que acompanhem as mudanças. • A escola precisa ser repensada, promovendo uma cidadania interativa, onde sociedade, comunidade e escola sejam responsáveis diretos por promover mudanças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um blogueiro feliz, comente: