SEJA BEM VINDO!!

Você é muito especial e sua visita faz desse blog um espaço de alegria, de conhecimento e de troca de experiências, nos tornando uma mola propulsora que impulsiona pessoas ao crescimento no que tange ao corpo, alma e espírito.

Marcadores

UM BREVE RELATO DAS CARTAS PAULINAS II

A HISTÓRIA DAS CARTAS PAULINAS As cartas não foram entregues ao escritor juntas, mas separadamente (porém as epístolas foram dividas em 2 grupos, as que ele escreveu a Igreja e as que ele escreveu a indivíduos, o importante que observemos apenas a disposição correta delas e o assunto. CARTAS DA PRISÃO Efésios: Anos 60-62 a.D Paulo estava preso em Roma. Ele não viu sua prisão restringir o seu ministério. Pelo contrário, foi uma época bastante frutífera, pois durante aqueles anos, ele escreveu 4 epístolas e destas a de Éfeso, que é considerada a mais profunda de todas, pois relata a chamada da Igreja Vista através de uma perspectiva divina e eterna. Filipenses: Foi escrita próximo ao fim do encarceramento de Paulo em Roma (62 a.D) Mesmo estando em circunstância tão adversas, esta é a sua epístola mais alegre. O propósito histórico de Paulo em escrever esta carta, foi para agradecer aos Filipenses Pela oferta que eles lhe havia enviado. Porém, Paulo vai além disso, oferece princípios valiosos sobre a conservação do gozo cristão. Colossenses: É uma carta semelhante a de Éfeso. A principal diferença se encontra na ênfase apresentada. Éfesios enfatiza o corpo (Igreja) do qual Cristo é a cabeça...Ou seja Colossenses enfatiza Cristo como a CABEÇA da Igreja, que é o seu corpo. Filemom: Esta pequena carta é um pedido de Paulo a Filemon, um leigo da igreja de Colossos, para que ele perdoe um escravo que dele tinha fugido. Este servo, Onésimo, se convertera, e agora estava voltando ao seu senhor, como mensageiro de Paulo. CARTAS PASTORAIS I Timóteo: Depois de ser liberto da prisão, Paulo visitou as primeiras igrejas que tinha fundado. Em Éfeso, encontrou muitos problemas e designou Timóteo como pastor da atribulada igreja daquela cidade. Em 63 a.D., o Apostolo escreveu sua primeira carta a esse jovem líder, encorajando-o e instruindo-o. Tito: A razão da escrita de Tito, é semelhante à de Timóteo. Como Timóteo Tito também tinha sido designado para pastor duma igreja que passava por vários problemas (Creta). As dificuldades de lá eram tamanhas, por isso Paulo achou necessário enviar esta carta de ensinos valiosos (63 a,D) II Timóteo: Esta é a última das cartas de Paulo. De fato, na mesma estão as últimas palavras registradas do poderoso servo de Deus. O apóstolo a escreveu enquanto estava na prisão pela 2ª vez em Roma (67 a.D) Foi durante este tempo que Paulo reconheceu que daquela vez, em Roma não escaparia a pena capital, então transmitiu a Timóteo palavras encorajadoras. Admoestou-o a continuar proclamando a palavra de Deus mesmo estando sem sua companhia no trabalho do senhor; já que esperava logo estar nos braços do seu Salvador.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe um blogueiro feliz, comente: